sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Uma casa no planalto


     Putaria e política.

     Olá gente, o Blog não está morto, o longo período sem postagens nada mais é que apenas a minha demora natural em achar revistas interessantes em sebos, e principalmente em encontrar o tempo necessário para escaneá-las, pois bem, com vocês "Uma casa no planalto". 

     Putaria, zoofilia, racismo, roubo, machismo, lesbianismo, traição e hipocrisia, mas também um pouco de humor e de certa forma, também uma crítica social.

     Existe também uma pequena curiosidade presente nela, em um determinado momento um dos personagens cita um certo Andreazza ao comparar a vagina de uma personagem com um túnel, faço então uma rápida pesquisa pelo Google para ter certeza de que não estou equivocado em minhas memórias, Mario Andreazza era um militar (Coronel) e político, ministro dos Transportes e depois ministro do Interior, responsável pela Ponte Rio-Niterói e pela Transamazônica (Também existiram umas denúncias de que ele estaria envolvido em corrupção e superfaturamentos).

     Lembro que meu pai falava que havia muita corrupção na abertura da Transamazônica e na construção da Ponte, no entanto, pesquisando na internet, li que muitos dizem que Andreazza foi injustiçado, que ao morrer não era rico (Diz-se que quando morreu, amigos fizeram uma vaquinha para que o corpo pudesse ser transladado para o Rio), não vou entrar aqui nos méritos se o cara foi corrupto ou não, afinal, políticos, devido a própria natureza da política, podem realmente ser coniventes com muita coisa, e mesmo que sejam honestos, não são onipresentes para saber o que cada um dos seus subordinados faz, vejamos como exemplo o recente caso de corrupção descoberto dentro da Petrobrás.

     O ponto interessante nesta revista para mim é a liberdade presente nela, a liberdade de se expor ideias através da arte e do roteiro, de se criticar, o que evidencia o resultado de um processo Democrático que reiniciou-se em 1985, e que continua a estender-se por nossos dias (Evoluindo ainda que a passo de tartaruga), imagino eu aqui que com certeza esta revista JAMAIS teria sido publicada nos anos mais severos da Ditadura, então se você está baixando e lendo esta revista agora, agradeça a Democracia.

     Obs: Uma coisa que me intriga, a partir da página 95, próximo ao final da revista, a arte-final fica "Relaxada", como se tivesse sido feita as pressas, qual terá sido o motivo!?

     Ano das assinaturas na ilustração de capa e história: 1987
     Roteiro: Fischer
     Desenho: R. Matias / Hunt 


    Download: DepositFiles



sábado, 6 de setembro de 2014

Buckmann`s Sex Girls



“Buckmann`s (Buttman!?) Sex Girls”, publicação de ano indeterminado, diferente do que se imagina quando se vê a capa, lendo notamos que de "Hentai" só existe (Ou melhor, existia) uma única história no final, e que nem um hentai original ele é, mas sim uma versão tupiniquim mal desenhada, um “Mangalóide” como eu costumo chamar, e que de tão ruim, optei por não escannear, pois é, eu fiz uma pequena seleção das 5 histórias constantes na capa e retirei duas que seriam uma total perda de tempo, tanto para mim, quanto para meu scanner, o lado bom, nos “sobra” três boas histórias com alguns mestres dos quadrinhos brasileiros, temos Padrell e Silva (Roberto Matias!?), Garyan (Mozart Couto) e Sebastião Zéfiro. 

Página de "Sexo na Escola" de Garyan, presente na  Buckmann`s Sex Girls.



Notei ai uma jogada comercial, se vocês lembram, antes da popularização da internet ouve um “Surto” da molecada nas bancas atrás de mangás hentais, poucas editoras publicavam hentais originais, lembro de alguma coisa do U-Jin, e de algum material publicado onde não aparecia nem os créditos dos desenhistas ou roteiristas, algumas revistas de “Hentai Brazuca” surgiram neste embalo, com muita coisa ruim e poucos bons artistas, reflexo do pouquíssimo investimento em talentos nesta área, além de uma ou outra editora dando calote em desenhistas, roteiristas, ou fazendo-os trabalhar de graça com a promessa de um dia serem “Contratados”(Não citarei nomes aqui).

Download via Depositfiles: Buckmann Sex Girls
Download via Mega: Buckmann Sex Girls



quarta-feira, 16 de julho de 2014

Transa Sexo em Quadrinhos

   

     Apesar de constar na capa 11 histórias e vocês encontrar 6 no arquivo, esta não é uma propaganda enganosa, é o resultado de uma seleção que fiz avaliando tanto o roteiro quanto o desenho das HQs, também me influenciou fazer esta seleção o meu pouco tempo disponível para escanear e limpar as páginas e o fato da maioria do pessoal ai entender como é comum ao comprar-se uma revista com vários artistas, de cinco ou seis histórias constantes nela "Valerem a pena" apenas uma ou duas, ou mesmo pior, quando nós percebemos que apenas a capa era a única coisa que valia a pena.

     Timão de artistas selecionados: José Pimentel Neto, Mozart Couto (Garyan), Galileu e Adão, além de um que não assinou a história "Gata desconhecida"(Me deram a dica de que possivelmente é o Colonnese).

     Uma pequena novidade, geralmente eu utilizo o Depositfiles para os arquivos, mas como estou tendo alguns problemas com ele, estarei utilizando agora o Mega:

Download pelo Mega: Transa Sexo em Quadrinhos

quinta-feira, 26 de junho de 2014

TEMPESTADE


     Possível história desenhada por Mozart Couto (Não existe assinatura), publicada provavelmente a partir do ano de 1989 na revista "Quadrinhos Eróticos" da Press Editorial, achei a revista em um sebo, a capa estava estragada e quanto ao conteúdo, das 3 histórias de diferentes artistas, achei que apenas esta valia o trabalho de scannear.

     1989, quem diria foi o ano das primeiras eleições diretas no Brasil desde 1960, lembrei aqui do decisivo debate entre Collor X Lula na TV que para variar foi manipulado e editado pela Globo, favorecendo Collor. 

     A história possui um sensual clima de pecado, fala sobre a iniciação sexual de um rapaz adolescente com a mãe de seu colega, uma gostosa MILF com muito amor para dar.

Download pelo Depositfiles: Tempestade

quinta-feira, 9 de maio de 2013

A Escrava




Depois de muito tempo sem postar, venho dar um alô e postar um Fumetti bem interessante que achei em Francês (Sim, Francês mesmo), limpei e ajustei as páginas, e até comecei a fazer a tradução, mas a história é longa, meu tempo curto e meu Francês é limitado ao Google Translator, então estou postando aqui em Francês mesmo, vai que alguém esteja a fim de traduzir e postar em algum lugar?, vale pelos bons desenhos e dá para ir sacando a história na boa.

Roteiro: Paolo Ghelardini
Desenho: Alberto del Mestre

Sobre o Fumetti "A Escrava", bem, coloque uma personagem gostosa lutando por sua liberdade enquanto é usada e abusada por homens cruéis e sádicos... tai, não preciso falar mais nada.

Link pelo DepositFiles: A Escrava

sábado, 15 de setembro de 2012

Chi! Cometa!







     Mais uma “novidade” para a seção Mofo VHS!

          Vamos lá, primeiro de tudo, o título estranho do filme, que é uma pegadinha “Chi! Cometa!”, o personagem principal tem o nome de “Chico”, então  a junção de “Chico” mais “meta”  pode ser lida assim “Chico meta!”, sacaram?, Só uns dez anos depois que eu assisti a esse filme em um cinema e apenas depois o encontrei em VHS em uma locadora que eu fui sacar isso...
     Chico tem algo de “Zé Carioca”, do cara que se vira como pode, mesmo que tenha que aplicar alguns golpes, alguém a quem nós diríamos com prazer “Vai trabalhar vagabundo!”, o filme é uma espécie de “Comédia pornô” que para motivos de comparação tem mais roteiro do que se assistíssemos uns 50 filmes das Brasileirinhas de uma tacada só.    
     O filme se aproveita e brinca descaradamente com a “moda” do Cometa Halley, que gerou programas de televisão, matérias em revistas, personagens de quadrinhos (Tentaram até fazer um filme) documentários, camisetas, brindes e etc... Mas quem “viu” o cometa passar decepcionou-se com uma luzinha mal vista com luneta ou telescópio.
     Os anos 80 também estão retratados no cabelão da Priscila Presley, fazendo um papel que cai como a uma luva nela, o de uma empregadinha que todo mundo com certeza gostaria de comer, no entanto ela ficou devendo ter sido aproveitada nas cenas de sexo, é a única mais bonitinha no filme, as outras são meio que “dispensáveis”.

Filme zipado dividido em duas partes, links pelo DepositFiles: Parte 1 , Parte 2

Obs: Utilizando minhas modestas habilidades com o Vegas esta versão está com o som melhorado (Estava quase inaudível) e consegui também dar uma pequena melhorada na imagem.




Chi! Cometa!

Direção: José Adalto Cardoso
Elenco:
Jorge Ventura 
Priscilla  Presley 
Paulo  Alcântara 
Orizabel  Portes 
Franklin Neto
Mário  Couto,
Sandra Gabi,                               
Taramoa
Mario  Celso,
Messias  Rubio,
Elias  Nunes,
Lucila  Nunes,
Rubens
Devanir  Kleber

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Casino - O Céu é um Inferno

     Última que encontrei traduzida da série "Casino" de Leone Frollo, divirtam-se!









Link pelo Deposit Files:  O Céu é um Inferno